DCE/UNIR REALIZA VITORIOSO ATO EM DEFESA DA UNIR E EM LUTA POR TRANSPORTE PÚBLICO DE QUALIDADE E A PREÇO JUSTO!

O DCE saúda todos os combativos estudantes e populares que mobilizaram e participaram da manifestação do dia 6 de março no centro de Porto Velho. Saudamos a disposição dos presentes, que mesmo em pequeno número garantiram o fechamento de avenidas, com força gritavam as palavras de ordem e que estiveram do início ao fim dispostos para lutar.

Produzimos nossas faixas e cartazes denunciando os desmandos e falcatruas do Consórcio SIM e fizemos várias intervenções no microfone demonstrando toda nossa revolta contra a situação do transporte público que agoniza há anos em nossa cidade. Também demos nosso recado à reitoria e vice-reitoria da UNIR em alto e bom som: Nem sucateamento nem privatização!

Antes da manifestação, já no horário de almoço, cercados por policiais militares que rondavam a Av. Sete de setembro e a Praça Marechal Rondon nossos companheiros realizavam panfletagem convocando os trabalhadores e estudantes a se fazerem presentes no ato! A massa a todo momento nos recebia positivamente e certos da necessidade de se levantar saudavam os companheiros e denunciavam a precária situação do transporte público.

À tarde, nossa manifestação bloqueou o trânsito no cruzamento da Av. Sete de setembro e Rogério Weber e prestamos nossa solidariedade aos motoristas e cobradores que seguem sendo enganados pela empresa e prefeitura de Hildon Chaves (PSDB) que não cumprem seus deveres. Na praça, nas calçadas e paradas de ônibus a massa bradava conosco e efusivamente recebia o protesto. Durante o ato, panfletamos nos ônibus, onde a população e trabalhadores do transporte público não só compreendiam o porque da luta, mas nos apoiavam a prosseguir!

Estudantes marcham rumo a UNIR Centro.

Seguimos nossa marcha rumo a UNIR Centro, onde ocorria a posse do privatista vice-reitor Juliano Cedaro. Os estudantes mais uma vez denunciavam a precarização da Universidade e alertavam: a precarização é caminho da privatização! e conclamavam Greve Geral de Educação! No microfone se denunciava o corte de 16,3% de recursos da educação, que significa uma redução de quase R$20 bilhões no orçamento da Educação, caindo de R$122,9 bilhões em 2019 para R$ 103,1 bilhões neste ano.

Nos deslocamos para outra entrada da universidade, de frente para onde ocorria um coffee break em comemoração à posse do vice-reitor. Realmente, os privatistas e obscurantistas desta Universidade, muitos deles encastelados na Reitoria e em Pró-Reitorias devem ter muito para comemorar, pois dia após dia a Universidade tem sido sucateada e estes têm feito vista grossa aos problemas existentes.

Estudantes intervem em coquetel da posse do privatista vice-reitor

O que seria para eles uma festa logo se tornou um pesadelo. Os estudantes, revoltados com a situação interviram na podre festa. Ao serem denunciados, o constrangimento tomou conta do local e logo perceberam que não terão um ano fácil, pois este é de fato o combativo movimento estudantil da UNIR, movimento que já conhecem e temem!

Ao fim do protesto encaminhamos de seguir mobilizando os estudantes para o ato do dia 18 de março e continuarmos na luta pelo Transporte Público, pois como já foi noticiado nos monopólios de imprensa a tarifa de ônibus deve passar a custar absurdos R$4,05 com a nova empresa contratada.

Somente nossa luta fará evitar o aumento da preço da passagem e a destruição da universidade pública! Organize seu curso, seu Centro Acadêmico, seu bairro e vamos à luta!

VIVA O MOVIMENTO ESTUDANTIL DA UNIR!
AVANTE! AVANTE! AVANTE JUVENTUDE! A LUTA É O QUE MUDA O RESTO SÓ ILUDE!
R$4,05 NÃO PAGO NÃO! SE AUMENTAR A PASSAGEM VAI TER REBELIÃO!
ABAIXO O AUMENTO DA TARIFA!

Deixe um comentário

Scroll Up